Visão com miopia: cirurgia com lente intraocular é para todo paciente?

A chegada da lente intraocular ICL no mercado brasileiro está trazendo inovações para o ramo de cirurgia para correção da visão com miopia. Com alta taxa de satisfação dos pacientes, presença em 75 países e rápido período de recuperação, ela se tornou uma grande aposta de diversos especialistas que tratam visão com miopia, por trazer diversas vantagens como o material biocompatível e preservação da córnea. 

Mas, será que todo paciente pode realizar essa cirurgia? Conheça seus pré-requisitos.

Cirurgia para correção da visão com lente ocular é para todo tipo de paciente?

Assim como qualquer outra cirurgia, há uma série de pré requisitos para que pacientes possam corrigir sua visão com miopia utilizando a lente intraocular ICL. 

A lente EVO Visian ICL pode corrigir a visão com miopia, assim como com astigmatismo. Sua indicação é para pessoas entre a faixa etária de 21 a 60 anos e, por ser uma lente fácica, ela deve ser usada apenas por pacientes que possuem cristalino.

A aplicação dessa lente pode corrigir a visão de pacientes com grau de dioptria entre -6 e -18.

Uma cirurgia segura

A lente EVO Visian ICL é feita com um material collamer, exclusivo somente a Staar Surgical. Além disso, ela é biocompatível, o organismo reconhece como algo natural, evitando a possibilidade de rejeição. 

Por ser localizada na parte posterior do olho, ela preserva a córnea. A lente mantém a fisiologia ocular natural, permitindo o fluxo de humor aquoso e evitando a síndrome do olho seco.

Para estar apto para realizar a cirurgia para correção de visão de miopia com lente intraocular ICL é necessário a certificação do cirurgião, o que promove maior eficácia e segurança ao procedimento.

Apesar de inúmeras vantagens, ela não é indicada para pacientes com algumas doenças oftalmológicas, sendo necessário sempre consultar seu médico oftalmologista, para avaliação.

Os exames necessários

Antes de realizar a cirurgia para correção da visão com miopia com lente intraocular ICL é necessário fazer uma série de exames, sendo eles: refração, biometria, topografia e contagem das células endoteliais.

A lente intraocular ICL está trazendo uma grande evolução para o mercado oftalmológico do Brasil. Se você deseja saber mais sobre a certificação necessária para adotar essa nova tecnologia e gerar um diferencial em seu consultório, confira o post: O que o médico precisa considerar ao adotar cirurgia de correção de miopia com ICL.

Posts Relacionados

Capa do artigo
Cuidados pós-implante da lente ICL: o que pode acontecer quando as orientações não são seguidas

Com excelente qualidade óptica para os pacientes com erros refrativos, como moderado a  alto grau de miopia e astigmatismo, o implante de lente ICL também já se mostrou uma opção de fácil adaptação, por manter a fisiologia ocular natural e fluxo de humor aquoso no olho. Desenvolvida para proporcionar alta qualidade visual  e conforto ao paciente, uma das grandes vantagens do método é a de restabelecer a visão, criando uma liberdade visual e melhorando a qualidade de vida. 

Além disso, ela é invisível a olho nu, melhora o bem-estar do paciente e não causa nenhum desconforto na aparência, pois é imperceptível após a colocação. O Collamer, material que constitui a lente, é único e exclusivo, biocompatível, se assemelha ao corpo humano, traz muita segurança e minimiza os riscos da cirurgia de miopia. Ou seja, praticamente não existe rejeição ao material da lente (Collamer®) e ela possui alto nível de satisfação entre os pacientes que realizaram a cirurgia de implante da lente para miopia

Porém, apesar de simples, após a realização do implante de lente ICL é obrigatório cumprir o pós-operatório corretamente para não correr os riscos da cirurgia de miopia e complicações.

Bom senso e pós-operatório correto fundamentam os bons resultados

O êxito da cirurgia de lentes para miopia não depende apenas de um bom método e profissional, mas também da contribuição do paciente para que o resultado seja satisfatório no período pós-operatório.

O procedimento de implante de lente ICL é rápido, e indolor e em poucos dias o paciente está apto a retomar as atividades cotidianas, pois é de fácil adaptabilidade no pós-cirúrgico. Mas alguns hábitos devem ser evitados, como: apertar e coçar os olhos após o implante da lente ICL. Isso para evitar que ocorra os riscos da cirurgia de miopia após o implante como deslocamento, desconfortos, inflamações. 

Depois da alta, a recuperação é feita em casa e o paciente deve estar consciente de como deve proceder. Outra recomendação para não causar nenhum tipo de complicação e obter ótimos resultados após o implante da lente ICL, é evitar fazer esforços, abaixar muito a cabeça ou pegar peso nos primeiros 4 dias.

É importante ressaltar também que no primeiro mês o paciente deve visitar o oftalmologista para a avaliação e indicações, como o uso correto dos colírios para ter uma recuperação mais rápida e segura.

Lente ICL: totalmente reversível

Se houver qualquer desconforto ou problema com as lentes para miopia, é preciso entrar em contato com o médico e, se necessário, a lente poderá ser extraída com facilidade. Ou seja, se ocorrer qualquer complicação ou até mesmo se a prescrição do paciente mudar no futuro, as lentes ICL podem ser substituídas ou retiradas sem o menor problema e sem causar nenhum dano à visão. Isso é possível porque ela não remove nenhuma estrutura ocular.   

A escolha certa

Como toda cirurgia, o implante de lente ICL também exige pequenos cuidados para alcançar um resultado de sucesso. Porém, de todas as opções disponíveis no mercado, a lente ICL é uma das mais seguras para corrigir problemas de visão e a que está trazendo uma grande evolução para a oftalmologia do Brasil, já que possui qualidade superior, segurança, excelência clínica e treinamento visando a plena satisfação de médicos e pacientes. Conheça todos os benefícios do implante de lente intraocular ICL no nosso site e procure um médico certificado para tirar dúvidas sobre a cirurgia! 

Leia o artigo
Capa do artigo
Pesquisas sobre a lente intraocular ICL que você não pode deixar de ler

A miopia é uma condição muito comum na população e o estilo de vida atual com excesso de telas e pouca vida ao ar livre, tende a aumentar o número de míopes. Conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), há 59 milhões de pessoas com essa condição no Brasil, mais de 25% da população. Em todo o mundo, o número de pessoas com miopia chega a 2,6 bilhões.   

Com esses dados, a chegada da lente intraocular ICL no Brasil é um grande passo de inovação. Afinal, ao longo de sua trajetória de 20 anos no mercado e mais de um milhão de implantes realizados ao redor do mundo, ela se mostrou uma cirurgia segura e com resultados satisfatórios tanto para o médico quanto para o paciente. Confira os estudos realizados por especialistas no assunto.  

20 anos de Liberdade Visual com lente ICL 

Realizado pelo primeiro cirurgião do mundo a implantar a EVO Visian ICL, Dr.  Tobias H. Neuhann, o estudo faz uma análise da condição das lentes após 20 anos de uso. No registro o médico descreve o caso de uma paciente que realizou o procedimento em 1999, aos 49 anos de idade. Na época, ela possuía refração de -8,00 D no olho direito e -8,50 D no esquerdo. 

Após a cirurgia, ela não dependia mais de óculos e, durante as consultas, ela se mostrou incrivelmente satisfeita com os resultados. De acordo com o doutor, “Ela sempre me dizia que foi a melhor decisão que tomou e o melhor investimento que já fez”. 

Já em 2019, ela relatou uma piora na visão e os exames constataram que ela estava com catarata. Então, foi decidido que o melhor procedimento a ser realizado era a extração de catarata assistida por laser de femtossegundo com explante da lente intraocular ICL. 

Com a cirurgia nos olhos, foi possível ver que mesmo após todo o tempo de recuperação e os 20 anos de uso, a lente intraocular ICL estava em ótimo estado. Ela se mantinha clara, sem pigmentos ou sangue. Ou seja, mesmo após duas décadas de seu implante, a paciente ainda tinha uma lente limpa e que oferecia uma excelente qualidade de visão. 

Risco de descolamento regmatogênico da retina: Troca de lentes refrativas x EVO Visian ICL 

A pesquisa realizada pelo Doutor Frank Kerkhoff, médico e PHD, cirurgião de segmentos anteriores e posteriores há mais de 20 anos, relata que a maior preocupação na troca de lente refrativa (RLE) para a lente intraocular fácica é o descolamento de retina. 

O médico explica que o descolamento vítreo posterior não é induzido pela lente intraocular, sendo que o RRD costuma estar relacionado com o PVD. Ou seja, as lentes EVO Visian ICL, não apresentam risco maior para RRD, quando comparadas a cirurgia de catarata ou RLE. 

Desta forma, Kerkhoff explica que pela sua experiência em cirurgia nos olhos, tempo de recuperação e riscos para diferentes idades, gêneros e histórico de saúde do indivíduo, ele prefere o implante da lente intraocular ICL em qualquer paciente com menos de 55 anos. 

Ele ressalta, entretanto, a importância da realização de um perfil eficaz de risco, utilizando a calculadora.  

Não há dúvidas de que a lente intraocular ICL está trazendo grandes mudanças para o mercado de oftalmologia. Além disso, é um investimento que transforma vidas. 

Hoje, os números de interessados nas lentes EVO Visian ICL aumentou expressivamente, sendo que cerca de 100 pacientes chegam mensalmente através do nosso localizador de médicos, e são enviados para os médicos certificados.  

 Para entender mais sobre o procedimento, confira a matéria: Fatores que tornam cirurgia de correção de miopia intraocular mais segura que demais procedimentos. 

Leia o artigo
Capa do artigo
O que o médico precisa considerar ao adotar cirurgia de correção de miopia com ICL

Com a chegada da lente intraocular ICL no mercado brasileiro tornou-se ainda mais viável a possibilidade de indicação da cirurgia para correção de miopia dos pacientes. Com um procedimento seguro, de rápida recuperação e alta taxa de satisfação, esse é o tipo de lente corretiva que está ganhando destaque no cenário nacional, por ter  20 anos de evolução e que está presente em 75 países. 

Mas há uma série de fatores que precisam ser considerados pelo médico antes de adotar a cirurgia de correção de miopia em sua clínica como insumos, certificação e, claro, a precificação

A certificação necessária para realizar a cirurgia para corrigir a visão com a lente intraocular ICL

Para ser considerado apto para a realização da cirurgia de correção de miopia com a lente intraocular ICL é necessário solicitar um treinamento diretamente com a Advance Vision, para conseguir a certificação exigida. 

O treinamento, que deve ser agendado com 15 dias de antecedência, se baseia em um curso teórico, web lat e acompanhamento cirúrgico do procedimento em 4 olhos. 

Para clínicas localizadas a mais de 200km de São Paulo são cobrados o custo de deslocamento, composto por estadia e passagens aéreas. 

Os insumos necessários para realizar a cirurgia para corrigir a visão do olho com miopia

Para poder realizar procedimentos com esse tipo de lente corretiva é necessário possuir uma série de insumos, materiais cirúrgicos e acessórios

Os insumos são: metilcelulose 2%, BSS, seringas e cânula.  Junto a eles, é necessário o uso de instrumentos cirúrgicos específicos, manipulador e pinça de carregamento frontal. Nas primeiras quatro cirurgias, que acontecem durante o período de certificação do profissional, a Advance oferece o material, posteriormente é indicada uma empresa para a aquisição.

Quanto aos acessórios necessários há o êmbolo de ponta e cartucho, que fazem parte da própria lente, e o injetor, que é próprio da ICL e pode ser reutilizado por aproximadamente 10 vezes.

É necessária a importação de materiais?

É possível que seja necessária a importação da lente intraocular ICL para a realização da cirurgia de correção de olho com miopia. 

As lentes tóricas possuem prazo de 30 dias para a entrega. 

Como é feita a precificação do procedimento

O profissional poderá realizar a precificação, devendo levar em conta os seguintes custos: lente, taxa de sala cirúrgica, anestesista, insumos e honorários médicos.

É necessário ressaltar que, por ser uma cirurgia para corrigir visão realizada por um médico treinado, os valores são maiores do que os procedimentos encontrados comumente no mercado nacional, que são feitos a laser.

Caso seja necessário, é possível fazer a retirada da lente

A lente intraocular ICL é uma opção de fácil adaptação ao paciente, por manter a fisiologia ocular natural, fluxo de humor aquoso, além de evitar  a incidência de catarata e ritidectomia. Entretanto, caso o paciente necessite realizar outro procedimento para a extração da lente, que deve ser precificada e avaliada de mesma forma.

A chegada da lente intraocular ICL no mercado brasileiro trouxe uma opção vantajosa tanto para os médicos quanto para os pacientes, por ser um tratamento seguro e que traz uma grande melhoria no bem-estar. Para saber mais sobre esse tipo de lente corretiva e a  cirurgia para corrigir a visão leia 7 fatores que tornam a cirurgia de correção de miopia com lente intraocular Evo Visian ICL mais segura que os demais procedimentos.

Leia o artigo