Cirurgia ocular com laser tem efeito para toda a vida?

A durabilidade da cirurgia para correção de miopia a laser é um ponto relevante para a decisão de fazer ou não uma cirurgia refrativa. Afinal, nem todos estão dispostos a se submeter a diversos procedimentos. 

Para toda correção de miopia é recomendável esperar o grau estabilizar, o que acontece mais ou menos aos 21 anos de idade. No entanto, só o acompanhamento regular com um bom oftalmologista é o que pode dizer, com certeza, se o grau está estabilizado e pode ser corrigido com cirurgia a laser. 

Também é preciso considerar que a estrutura ocular de uma pessoa sofre variações com o passar da idade, o que pode impactar o ajuste feito pela cirurgia para a correção de miopia a laser. E nem sempre a cirurgia a laser corrige o grau completo, fazendo com que seja necessário um novo procedimento. 

Sendo assim, a resposta para a pergunta inicial é: depende.  

Cada caso é um caso e, ao tomar a decisão, é preciso entender com o cirurgião oftalmologista qual é o seu momento e todos os pontos que envolvem essa decisão. 

Conheça uma alternativa 

Felizmente, há hoje em dia uma opção que reduz a necessidade de novos procedimentos após uma cirurgia para a correção de miopia. Trata-se da que é feita com lente intraocular. 

Cirurgia refrativa com lente intraocular 

A cirurgia refrativa com lente intraocular trata uma ampla gama de erros refrativos, como a miopia e o astigmatismo, com resultados de longo prazo comprovados. Ainda, traz menos riscos devido às suas características. A lente Evo Visian ICL, por exemplo, garante eficácia devido à excelente biocompatibilidade com os tecidos do olho humano e qualidade superior de visão.  

Outro ponto que vale destacar é que os olhos tratados com a cirurgia a laser têm em média três vezes mais aberrações esféricas do que os olhos tratados com a lente intraocular, resultando em uma visão de alta definição. Isso porque a cirurgia a laser provoca alterações na estrutura da córnea, o que muda, muitas vezes, o comportamento dos raios luminosos, sua refração e difração, causando assim distorção na nitidez da imagem.  

Por manter a estrutura ocular intacta, a cirurgia com lente intraocular também evita problemas como a Síndrome dos Olhos Secos e distorções na visão. 

Consulte seu oftalmologista 

A cirurgia para correção de miopia com lente intraocular pode ser feita por pessoas de 21 a 60 anos, que possuem cristalino. Sua aplicação pode corrigir a visão de pacientes com grau de dioptria entre -6 e -18. 

Assim como qualquer outra cirurgia, há uma série de pré-requisitos para que pacientes possam corrigir sua visão com miopia utilizando a lente intraocular. 

Achou interessante? Consulte um cirurgião certificado, que fará uma avaliação detalhada e solicitará os exames necessários. 

Posts Relacionados

Capa do artigo
Tecnologia para cirurgia de catarata. Em qual investir?

Montar um consultório e comprar equipamentos oftalmológicos não são tarefas baratas, principalmente levando em consideração a tecnologia dos aparelhos para performar procedimentos complexos nas áreas dos olhos, como a cirurgia de catarata, por exemplo. 

Muitos especialistas, com o intuito de economizar no investimento, acabam buscando por aparelhos usados, mas esse é o famoso clichê do “barato que sai caro”, uma vez que os equipamentos, nem sempre, estão em bom estado. Soma-se a isso o fato de que algumas peças podem estar fora de linha quando a manutenção é necessária, e o que parecia ser um bom negócio acaba virando uma grande dor de cabeça. 

Por isso, mesmo que demande um pouco mais do orçamento, é fundamental investir em aparelhos novos cuja tecnologia, peças e insumos não se tornem obsoletos com o passar do tempo, o que acaba gerando economia para a atualização e até mesmo manutenção. Bons exemplos são os comercializados pela Advance Vision, cujas peças, geralmente, são mantidas pelos fabricantes, independente das novas versões de aparelhos. 

Para a cirurgia de catarata, por exemplo, a empresa disponibiliza ao mercado três tipos de equipamentos, cada qual com suas especificidades para se adaptar às necessidades do médico e ajudar na gestão oftalmológica do consultório.

Qual equipamento oftalmológico comprar para seu consultório?

FAROS: Dispositivo multifuncional e de fácil utilização, foi desenvolvido para cirurgias oftalmológicas de alto nível e precisão dos segmentos anterior e posterior, sendo facilmente operável pelos médicos.  

CartaRhex: Sua principal característica é a portabilidade, já que pode ser transportada para fora do consultório, para realizar cirurgias com segurança em qualquer lugar.  

Os dois equipamentos funcionam de formas muito similares para a cirurgia de catarata: além de fácil manuseio, contam com um painel de controle intuitivo, bomba SPEEP, tecnologia easyPhaco, monitoramento apurado do fluxo com bomba peristáltica, dentre outras características que possibilitam procedimentos muito mais seguros e ágeis.   

OS4: Considerada a próxima geração das cirurgias oftalmológicas, é a mais completa plataforma comercializada pela Advance Vision. É um equipamento all-in-one, que possibilita o procedimento de cirurgias de catarata, vitrectomia e glaucoma com mais segurança, qualidade e precisão, porque conta com uma interface mais intuitiva e um sistema muito mais preciso. Além de ser sem fio, o que facilita seu transporte, possui sistema exclusivo de 3 bombas, é intuitivamente inteligente e possibilita um trabalho muito mais confortável com seu pedal versátil e sem fio.  

Para entender melhor qual o aparelho mais adequado às suas necessidades e saber sobre possibilidades e condições de pagamento, entre em contato com o time da Advance Vision pelo telefone ou formulário presentes aqui no site, na página Fale Conosco 

Leia o artigo
Capa do artigo
Critérios para escolher seu especialista em alta miopia

Diferente da maioria das ametropias, a alta miopia, pode levar a consequências mais graves e também pode ser uma deficiência física limitadora importante. Cerca de 7 milhões de brasileiros sofrem uma grave ametropia (Fonte: IBGE). Sabendo disso, perguntamos: O quão importante é ter um bom médico especialista em miopia para o alto míope?

A resposta óbvia é de que é algo da maior importância, ainda mais se considerarmos que o alto míope terá um acompanhamento, provavelmente, por muitos anos, décadas e, por isso mesmo, é necessário que haja confiança no profissional e credibilidade da parte dele.

Vamos expor alguns pontos importantes que devem ser avaliados na escolha ou na manutenção da relação com um profissional.

Prefira um especialista em Refrativa

Como dito acima, a alta miopia é uma ametropia grave, complexa, com muitas particularidades. O alongamento do globo ocular que causa a miopia, no alto míope, se dá de forma mais exacerbada, que leva a alterações fisiológicas. Por isso, prefira um médico especialista. 

Veja algumas doenças e riscos de decorrências da alta miopia:
Descolamento da retina;
Edema na mácula;
Catarata;
Glaucoma.

O especialista em miopia te indicará os exames mais adequados

O especialista terá uma experiência maior numa gama ampla de exames que, além da acuidade visual (que muitos creem ser o único exame para se detectar a miopia), levam a um diagnóstico mais preciso, inclusive, identificando doenças graves que podem se desenvolver concomitantes à alta miopia. Existem também exames específicos para determinar a elegibilidade para uma cirurgia refrativa ou um implante.

Alguns exemplos de exames que podem ser indicados pelo médico oftalmologista são:
Paquimetria;
Refração;
Topografia;
Avaliação do fundo de olho;
Mapeamento da retina.

Conhecimento amplo e experiência em cirurgias refrativas e de lentes implantáveis

Existem muitas modalidades de cirurgias refrativas, bem como, de cirurgias de implantes de lentes intraoculares (fácicas). O tipo e o valor da cirurgia de miopia dependem de cada caso.

Vamos entender um pouco. A cirurgia refrativa com laser LASIK, uma das mais populares, nem sempre pode ser segura para o alto míope. Mesmo com a espessura da córnea normal a ablação com Laser para correção de altas miopias pode ocasionar a descompensação da córnea o que pode levar a outras doenças e complicações mais sérias do que a própria miopia.

Como já dito acima, os altos míopes também têm maior propensão a terem glaucoma e catarata, o que muda o tipo de tratamento ou cirurgia que o paciente deverá ser submetido. O mais comum é o implante de uma lente pseudofacica, que remove o cristalino do olho, que é o mesmo indicado para catarata.

Por essas razões, seu médico tem de conhecer muito bem seu quadro, amparado num diagnóstico preciso, para dar a indicação do que se adequa mais à sua condição. 

Procure um profissional atualizado com as novas tecnologias

O ramo da medicina hoje é englobado dentro da tecnologia. Essa aliança potencializou a qualidade de vida e da saúde humana, em virtude de grandes descobertas e inovações tecnológicas que trouxeram a cura, o tratamento ou mesmo a diminuição da dor e do sofrimento para inúmeras situações e para centenas de milhões de pessoas, ao longo do tempo. 

No caso específico da alta miopia, hoje há tecnologias disponíveis no Brasil, que atua com médicos certificados[1] [2] para o implante de lentes fácicas para tratamento e correção da alta miopia. Em um procedimento rápido e indolor, completamente reversível, com pouco tempo de recuperação, é feita de Collamer®, material patenteado biocompatível. Este é o caso das lentes EVO Visian ICL®. Fabricada na Suíça, mais de 1 milhão de implantes já foram realizados em todo mundo, com índice de mais de 99% de satisfação.

Seu médico deve estar atualizado para os tratamentos mais modernos (que é diferente de tratamento experimental) comprovadamente eficazes que podem  te propiciar liberdade de óculos além de eliminar limitações visuais graves.

1 ano de EVO Visian ICL no Brasil

 

Leia o artigo
Capa do artigo
Entenda como cuidar da sua visão depois da cirurgia de correção com lentes intraoculares

Pacientes com alto grau de miopia, cada vez mais, têm optado pela cirurgia de correção com lentes intraoculares, em substituição aos tradicionais óculos e lentes de contato ou mesmo às tecnologias de cirurgia à laser.

Dentre outras vantagens, as lentes intraoculares (LIO) não precisam ser trocadas para o resto da vida e o paciente, geralmente, estará com a visão perfeita em poucos dias.

A seguir, vamos esclarecer alguns pontos sobre as lentes implantáveis. Contudo, é sempre bom lembrar que o implante intraocular não é para qualquer um e há restrições específicas, como não ter alteração no grau nos últimos 6 meses. Isso é importante recordar, porque a miopia aumenta!

A partir de quantos graus de miopia posso fazer cirurgia de correção refrativa?

As lentes implantáveis são recomendáveis às pessoas com moderado e alto grau de miopia,  e para pacientes que não podem ser operadas por laser. Mas isso deve ser analisado caso a caso. Por isso, não deixe de consultar um médico oftalmologista.

EVO Visian ICL™: Nova geração de Lentes Intraoculares

Desde 2020, no Brasil, já temos à disposição tecnologia exclusiva e de ponta no ramo de lentes implantáveis intraoculares. Trata-se da EVO Visian ICL™.

As lentes ICL são implantadas sem a remoção do cristalino do olho, o que é comumente o processo das lentes implantáveis de catarata, por exemplo. Também não há desgaste da córnea como acontece nos procedimentos à laser.

Outra grande diferença é a opção de reverter o procedimento através de um explante, cujo procedimento é rápido e indolor e permite que o paciente possa atualizar as lentes ou tratar outros problemas de visão ao longo da vida.

E mais: para a maior segurança dos pacientes, os médicos que trabalham com as lentes ICL são todos treinados e certificados.

Como é o pós-operatório do implante das lentes ICL?

Outro ponto de atenção de todo paciente que busca uma operação corretiva é o pós-operatório. É comum notícias alarmantes de que maus cuidados possam levar a problemas sérios e até mesmo perda da visão.

Porém, podemos nos tranquilizar com relação às lentes implantáveis, especialmente a EVO Visian ICL. Em geral, o procedimento é rápido e indolor e a recuperação se dá em poucos dias.

No entanto, sempre são necessários cuidados específicos e uma atitude de prevenção para uma boa e completa recuperação.

Vamos listar alguns itens importantes:

– Evitar apertar e coçar os olhos;
– Esforços físicos moderados poderão retornar em 3 dias;
– Não forçar a visão nos 3 primeiros dias;
– Retorno ao trabalho é possível em 2 a 4 dias;
– Evite esporte de contato nos 15 primeiros dias;
– Fazer o acompanhamento com o médico oftalmologista;
– Entrar em contato em caso de qualquer desconforto;
– Usar óculos de sol nos primeiros dias para maior proteção.

Quais cuidados tomar com as novas lentes intraoculares?

No caso das lentes ICL Visian, como é feita de material biocompatível e flexível, nenhum cuidado com a lente especificamente é necessário, além dos cuidados naturais do pós-operatório. Como o material tem uma durabilidade muito maior do que a vida média das pessoas, o mesmo não requer manutenção e deve durar por toda a vida.

 

É possível evitar a progressão do Ceratocone?

Leia o artigo