Tecnologia
Compartilhe:

Listamos as perguntas mais frequentes dos pacientes sobre implantação de lente intraocular

Postado em 23 de outubro de 2020 por advancevision

A implantação da lente intraocular ICL, assim como qualquer outra cirurgia que envolve a área da visão, gera muitas dúvidas.  Apesar de 99,4% dos pacientes estarem satisfeitos com a implantação das lentes EVO VISIAN ICL, o método é novo, em comparação a mais conhecida cirurgia a laser.  

Por isso, listamos aqui perguntas frequentes sobre a implantação da lente intraocular EVO VISIAL ICL com o objetivo de apoiar os profissionais para esclarecer as principais dúvidas dos pacientes.  

1 – Quem é o paciente ideal? 

O implante da lente intraocular ICL, apesar de ser bem simples e com recuperação rápida, existem algumas particularidades quando o assunto é paciente ideal. A primeira delas é que o paciente não tenha Catarata, por isso, a indicação fica para pessoas entre 21 anos, quando a miopia tende a estabilizar, e 60 anos, quando a Catarata costuma aparecer. Além disso, é necessário que a somatória das ametropias seja de 6 graus, sendo que a lente intraocular ICL não corrige hipermetropia.  

Além disso, durante os exames pedidos pelo Oftalmologista, também será averiguado as condições anatômicas do olho para que o implante seja possível.  

2 – Por que eu devo escolher a lente intraocular ao invés do procedimento a laser 

Para quem tem a córnea muito fina ou um grau de miopia muito alto, ou seja, não pode realizar a cirurgia a laser, a lente intraocular ICL é a indicada. Isso porque nesse procedimento a nova lente é implantada atrás da íris, sem mexer no cristalino do olho e sem desgastar a córnea – o que é feito na cirurgia a laser que corrige miopia.   

3 – Do que é feita a lente EVO Visian ICL?  

O material da lente é o Collamer, usado exclusivamente pela STAAR Surgical. O nome é uma combinação entre “colágeno” e “polímero”. Entre outras vantagens, as lentes são biocompatíveis, feitas para ficar naturalmente em harmonia com o olho, proporcionam também, proteção UV enquanto a luz visível passa por ele inalterada. 

4 – A lente pode ser rejeitada pelo organismo? 

Por ser biocompatível, a lente intraocular ICL é completamente aceita pelo corpo, o que evita que exista rejeição. O seu material exclusivo Collamer e o furo no centro da lente, que permite que o humor aquoso flua normalmente, faz com que o corpo não reconheça as lentes como um corpo estranho.  

Além disso, por ser colocada entre a Íris e o Cristalino, não existe risco da lente intraocular poder se deslocar depois de implantada. 

5 – Qualquer médico pode realizar o procedimento?  

Prezamos sempre pela segurança do paciente. Portanto, o médico que realiza a cirurgia para correção da visão com a EVO Visian ICL precisa ser certificado.  Esse é um dos grandes diferenciais da implantação de lente intraocular ICL. 

São três etapas para garantir que o profissional consiga implantar a lente de forma segura: um curso teórico, wet lab e acompanhamento cirúrgico de quatro olhos. Em todas as etapas do processo o médico é acompanhado por um profissional “proctor” da Advance Vision, certificado pelo fabricante STAAR. Clique aqui para saber como se certificar. 

6 – Por que a cirurgia é mais cara que os outros procedimentos? 

As lentes EVO Visian ICL são uma tecnologia exclusiva e apresentam uma solução superior na correção da miopia. Com a escolha da lente intraocular ICL, o paciente consegue corrigir até altos graus de miopia, pode inclusive aposentar de vez os óculos, e ainda escolhe por uma tecnologia biocompatível e explantável, que não altera a fisiologia do olho. Mas não só, ela também pode ser feita sob medida para se adequar a particularidade do olho de cada paciente. Por esses motivos, a lente pode ter um custo de aquisição mais alto, mas diminui expressivamente seus investimentos em lentes, óculos e outros procedimentos de correção de miopia ao longo da vida. É um investimento em qualidade de vida.  

7 – Só pessoas mais velhas podem colocar a lente intraocular?  

A cirurgia pode ser realizada em pacientes de 21 a 60 anos de idade. É preciso que o médico avalie cada um especificamente. Há algumas restrições claras, como ser necessário que o paciente não tenha alteração no grau, durante um período mínimo de 6 meses.   

8 – Como é o pós-operatório?  

Como qualquer pós operatório é preciso ter alguns cuidados. Para ter uma boa evolução depois da cirurgia é preciso seguir as orientações estabelecidas pelo oftalmologista. O retorno para as atividades diárias é indicado de 2 a 4 dias depois. Uma das recomendações mais importantes é evitar apertar e coçar os olhos. Se houver qualquer desconforto, é preciso entrar em contato com o médico.  

9 – Vou sentir algum incômodo ou dor por conta do implante? 

O incômodo pós-operatório é mínimo. Como não é necessário sutura, já que o implante é feito por um corte microscópico na córnea, além de não alterar a fisiologia do olho, a recuperação completa se dá em menos de 15 dias, sendo que o desconforto pode durar por algumas horas ou até 2 dias.  

10 – A lente intraocular pode se deslocar depois de implantada 

Uma dúvida comum é se a lente intraocular pode se deslocar depois de implantada, e a resposta é não. Após a finalização da cirurgia, o médico posiciona a lente na região que ficará por todo o tempo. Ela poderá ser explantada caso haja necessidade ou desejo por parte do paciente, mas não por se deslocar. 

11 – O implante dá algum efeito colateral?  

Nenhum. O implante não gera outras aberrações, nem mesmo catarata. Além disso, ela não é visível a olho nú e nem gera qualquer tipo de incômodo ou percepção depois de implantada. Esse é um dos pontos principais de diferenciação entre o Laser e o Implante das lentes ICL, pois ela não gera olho seco, reflexos de luz, mosquitinhos na visão e outros efeitos comuns nas cirurgias de desgaste da córnea.  


Posts Relacionados