Doenças
Compartilhe:

Câncer ocular em adultos: conheça sintomas e tratamentos

Postado em 7 de julho de 2022 por advancevision

O câncer ocular, embora muito perigoso para a saúde, é raro. Por isso mesmo, a a difusão de informação sobre a doença é pouca. Neste artigo vamos explorar os diversos tipos de câncer ocular e trazer informações importantes sobre diagnóstico, tratamento e acompanhamento. 

Antes de mais nada devemos entender um pouco a definição de câncer. Câncer é uma definição genérica que abrange mais de 100 tipos diferentes de doenças. O que têm em comum, contudo, é a multiplicação descontrolada de células, o que pode se tornar algo agressivo para o corpo. 

A velocidade e intensidade da reprodução das células, sua capacidade de afetar outros tecidos, órgãos vizinhos ou não, é que determina sua agressividade. 

Tipos de câncer nos olhos: Intraoculares x orbitais

 Em geral, os cânceres agressivos sofrem o processo que chamamos de metástase, que é o seu espalhamento pelo corpo através da corrente sanguínea. O câncer ocular, na maioria dos casos, é decorrente de outros tipos de câncer que acabam por afetar os olhos.  

 Pode atingir órgãos e tecidos anexos ao globo ocular, as células de tecido da córnea, pálpebra etc, o que pode levar à formação de tumores no local. Quando isso acontece é conhecido como câncer orbital. Pode também ocorrer por um linfoma originado no olho. 

 Já no caso dos cânceres intraoculares, o tipo mais comum de câncer ocular, é quando o câncer ocorre nas células internas ao olho. O tipo mais comum em adultos é o melanoma, e nas crianças, o retinoblastoma, que ocorre dentro da retina, ainda assim são raros. Vamos conhecer mais sobre eles. 

Retinoblastoma em crianças 

 Como mencionado, o retinoblastoma é um câncer que ocorre dentro da retina das crianças. Ele é raro, mas é o tipo mais comum de câncer no olho de crianças. Acontece geralmente de 0 a 5 anos, pode ter ocorrência esporádica (sem causa definida) ou pode ser hereditário. Quando hereditário, costuma ocorrer em ambos os olhos. 

 A forma mais eficaz de detecção desse tipo de câncer é o Teste do Reflexo Vermelho, ou conhecido como teste do olhinho. O teste do olhinho deve ser feito ainda na maternidade e qualquer médico pediatra está habilitado a fazê-lo, por se tratar de um exame muito simples: basicamente lançar um feixe de luz nos olhos e observar o reflexo. Quando normal, o reflexo que vemos é vermelho. 

Tipos de melanoma 

 O melanoma nos olhos também pode ser considerado raro. Porém, é o tipo mais comum de câncer nos olhos de adultos. Assim como o melanoma na pele, tem a ver com a melanina, a pigmentação. Por isso, também é mais comum em pessoas brancas, de olhos claros, maiores de 50 anos. O melanoma pode acontecer em partes diferentes do olho, como o intraocular, o da conjuntiva e de coroide. 

  • Melanoma de Coróide: O mais recorrente dentre os melanomas oculares, afeta a área entre a retina e parte branca do olho. É um câncer maligno que pode ser assintomático e pode levar à perda da visão. Ele é detectável em exames de rotina.  
  • Melanoma de Conjuntiva: É um câncer muito raro, que atinge a conjuntiva, que é uma camada fina que cobre toda a esclera (parte branca). É muito agressivo, pois pode disseminar pelo sangue e atingir outros órgãos, como pulmões, fígado e cérebro. 

Linfoma intraocular 

 Assim como quase todos tipos de câncer ocular, o linfoma intraocular é muito raro. Porém, é um dos mais comuns dentre os tipos de câncer nos olhos. Em geral, os linfomas são um câncer de origem no sangue, ligados ao sistema imunológico. Os sintomas são vermelhidão, inchaços e manchas na visão. É um câncer agressivo tratado com quimioterapia e radioterapia. É mais comum em idosos ou pessoas com doenças imunológicas. 

 Catarata por radiação 

 Quando o paciente de câncer passa por tratamento por radioterapia, pode desenvolver catarata por radiação. Neste caso deve ser feito acompanhamento com oftalmologista para definir a possibilidade de uma cirurgia de catarata depois do tratamento. 


Posts Relacionados