Avanços Tecnológicos em Tratamentos Oculares e Estéticos

Os avanços da tecnologia médica são contínuos e evoluem significativamente ano a ano. Isso traz inúmeros benefícios para os profissionais da área e, principalmente, pacientes, proporcionando procedimentos mais seguros para tratar uma variedade de condições oculares e estéticas.  

Dentre as novidades, destaca-se atualmente o Plexr Plus, uma tecnologia inovadora que permite realizar de forma não invasiva procedimentos antes restritos a centros cirúrgicos.  

Convidamos você para, nas linhas que seguem, saber mais sobre como essa importante inovação pode ser utilizada em oftalmologia e estética ocular, bem como suas vantagens em relação às cirurgias tradicionais. 

Plexr Plus: Uma Revolução em Tratamentos Oculares e na Oftalmologia Estética 

A Plexr Plus é uma nova modalidade segura e minimamente invasiva para realizar microcirurgia em oftalmologia. Sua revolução consiste em um dispositivo que utiliza a tecnologia de plasma para realizar procedimentos de forma não cirúrgica, vaporizando o tecido epidérmico de maneira controlada. Isso permite que diversos tratamentos sejam realizados com precisão e segurança, sem a necessidade de cortes ou suturas, possibilitando um tempo de recuperação mais rápido e resultados naturais. 

E, além de apoiar em tratamentos oculares relacionados à saúde dos olhos, também é uma inovação aliada da oftalmologia estética, frente cada vez mais desenvolvida por profissionais da área, como o oculoplasta. 

Tratamentos Oculares com Plexr Plus 

Como adiantamos, há diversas condições oculares que podem ser tratadas com a tecnologia. Confira algumas delas, por região: 

Conjuntiva Bulbar: 

  • Pinguécula: pequena lesão amarelada que surge na parte branca do olho. 
  • Pterígio: membrana vascularizada que cresce sobre a conjuntiva, área responsável por proteger o globo ocular. 
  • Cistos conjuntivais: formação de um saco transparente no olho, com líquido claro, semelhante a uma bolha de ar na pele. 
  • Nevos conjuntivais: pequenos tumores benignos, que geralmente conhecemos como pintas. 
  • Calástase conjuntival 
  • Tumores conjuntivais benignos: causados pelo crescimento anormal de células que resultam em uma lesão. 

Conjuntiva Palpebral: 

  • Dacriolitos: cálculos que se formam na parte interna do ducto lacrimal, que geralmente são resultado de um processo infeccioso na estrutura ocular. 

Pálpebra: 

  • Oclusão pontual permanente: conhecida como a doença do olho seco, é causada por alguma anormalidade no processo de produção das lágrimas, fazendo com que não ocorra de forma adequada.  
  • Calázio: inflamação causada pela obstrução de uma das glândulas dos olhos, resultando em uma bolinha na pálpebra associada à vermelhidão na região.  
  • Blefaroplastia não invasiva: remoção do excesso de pele nas pálpebras sem cirurgia. 
  • Tumores benignos e verrugas. 
  • Xantelasma: pequenas protuberâncias amareladas que se formam na região periocular. 

Outros: 

  • Ectrópio e Entrópio: pálpebras viradas para fora e para dentro, respectivamente. 
  • Úlceras de córneas multirresistentes: feridas abertas na camada transparente da córnea, que está localizada na frente da íris e da pupila. 

Tratamentos Estéticos com Plexr Plus 

Confira também algumas possibilidades dessa nova tecnologia na oftalmologia estética: 

  • Tratamento de Rugas: minimizar linhas finas e rugas ao redor dos olhos e da testa, promovendo um aspecto mais jovem e revitalizado. 
  • Tratamento de Cicatrizes: melhora da aparência de cicatrizes, resultando em uma pele mais uniforme e suave. 
  • Remoção de Manchas e Lesões Cutâneas: tratamento de manchas e lesões cutâneas benignas de forma não invasiva, proporcionando uma pele mais uniforme e saudável. 

São todas essas possibilidades que permitem afirmar que o Plexr Plus representa uma verdadeira revolução em tratamentos oculares e estéticos. Sua tecnologia permite aos oftalmologistas e profissionais de estética ocular (como o oculoplasta) oferecerem tratamentos eficazes e seguros, garantindo a satisfação e bem-estar dos pacientes.  

Resultado e bem-estar 

O conforto do paciente também aumenta com a novidade. Os procedimentos com Plexr Plus não são invasivos, ou seja, não requerem incisões ou suturas, minimizando o desconforto e os riscos associados a cirurgias tradicionais. Assim, demandam um tempo de recuperação mais curto, com menos inchaço e hematomas, além de serem mais rápidos do que cirurgias, permitindo que os pacientes retomem suas atividades diárias em pouco tempo. E os resultados dos procedimentos tendem, ainda, a ser mais naturais, preservando a expressão facial e os traços individuais do paciente. 

Por isso, caso esteja em busca de solucionar alguma questão relacionada à saúde ocular ou de estética, não deixe de conversar com um especialista sobre o Plexr Plus. 

 

Posts Relacionados

Capa do artigo
Qual a diferença entre o retinógrafo RetCam 3 e o Shuttle?

Quase um terço dos casos de cegueira detectados em crianças brasileiras poderiam ter sido prevenidos ou tratados caso houvesse um diagnóstico precoce, de acordo com dados do Conselho Brasileiro de Oftalmologia. A boa notícia é que a tecnologia tem evoluído bastante, fazendo com que os oftalmologistas tenham mais recursos para auxiliar os pequenos a ter mais qualidade de vida.

Resta, porém, conscientizar os adultos responsáveis pela saúde das crianças a dar a devida importância à realização do Teste do Reflexo Vermelho com oftalmoscópio, ainda na maternidade, e ao complemento do mapeamento do globo ocular por meio do Teste Digital do Olhinho, realizado por meio do retinógrafo RetCam

O retinógrafo RetCam possui dois modelos

O retinógrafo RetCam é um equipamento de alta tecnologia que fotografa 130 graus do globo ocular de recém-nascidos, crianças, jovens e adultos, sendo capaz de detectar doenças dos olhos severas, como a retinopatia da prematuridade, uma das principais causas de cegueira na infância. Ele está disponível em dois modelos:

#1 – RetCam 3

Por ser fixo, o retinógrafo RetCam 3 é indicado para uso em grandes hospitais e maternidades. O aparelho conta com monitor de tela plana acoplado ao equipamento e pode imprimir as fotos e as observações do médico logo após a consulta.

#2 – RetCam Shuttle

Por ser portátil, possuir rodinhas e pesar apenas 29 quilos, o Recam Shuttle é bastante útil em UTIs neonatais e clínicas oftalmológicas. Neste caso, no lugar de tela plana, o equipamento conta com um notebook acoplado. Há ainda a opção de solicitar a instalação do RetCam Review Software para receber remotamente as imagens e compará-las.

15 benefícios das duas versões

Basicamente, a principal diferença entre o retinógrafo RetCam 3 e o Shuttle está no fato de que o primeiro é fixo e o segundo, portátil. Em contrapartida, além da alta tecnologia, ambos se assemelham por contar com:

  1. Teclado com controle;
  2. Aplicador ergonômico;
  3. Pedaleira com função tripla;
  4. Impressora de fotos e textos;
  5. Superfície de trabalho ampla;
  6. Gavetas de armazenamento;
  7. Precisão no diagnóstico neonatal;
  8. Avançados recursos de imagem;
  9. Captação de imagem fotográfica dos olhos em alta resolução;
  10. Armazenamento dos exames no próprio equipamento ou em CDs, DVDs, pen drives ou HD externo;
  11. Telemedicina, caracterizada pela capacidade de conexão à rede para o envio de imagens e informações;
  12. Certificações internacionais FDA (Agência Federal de Saúde dos Estados Unidos) e CE (Registro de Conformidade da União Europeia);
  13. Capacidade para identificar doenças mais severas localizadas na retina, câmara posterior do olho, como retinoblastoma, coloboma retinal, hemorragias de retina e retinopatia de prematuridade, entre muitas outras;
  14. Angiografia (FA- Fluorescein Angiography) como opcional, que fornece um elevado contraste para a visualização detalhada das estruturas do fundo do olho;
  15. Capacidade para detecção precoce e assertiva doenças nos olhos dos recém-nascidos, como nos casos de ROP (Retinopatia da Prematuridade e do Retinoblastoma).

É por essas ricas características e pelo benefícios agregados à vida de recém-nascidos, crianças, jovens e adultos que o RetCam se tornou o aliado dos oftalmologistas!

Leia o artigo
Capa do artigo
Xantelasma: como o oftalmologista especializado em óculoplastia pode ajudar no tratamento

O corpo humano é tão rico em detalhes que é impossível conhecer tudo o que pode acontecer nele, não é mesmo? Como informação é fundamental para identificar questões que podem comprometer a saúde, o objetivo deste conteúdo é apresentar uma doença que nem sempre é reconhecida como tal, o xantelasma, bem como qual caminho seguir para tratá-la. 

O que é xantelasma? 

É um problema oftalmológico caracterizado pela formação de manchas amareladas e salientes na região das pálpebras. Ele é fruto de um distúrbio metabólico que causa o acúmulo de gordura sob a pele, os xantomas, que têm a aparência descrita anteriormente. Como pode imaginar, vem daí a origem do nome. 

Os danos dessa condição são apenas estéticos, não comprometendo a visão. Apesar disso, o xantelasma tem impacto na aparência e requer atenção, pois pode indicar um risco maior de problemas de saúde.  

O alerta se dá, pois, as manchas de gordura que surgem nas pálpebras são causadas por depósitos de lipídeos (gordura) e colesterol, podendo estar relacionadas a alterações lipídicas e metabólicas. Com isso, é possível que sejam manifestações de outros problemas de saúde, como colesterol alto e hiperlipidemia. 

O tratamento com oftalmologista estético 

Muitas vezes, as pessoas procuram por cirurgiões plásticos para tratar o problema, mas é importante lembrar que o xantelasma está diretamente relacionado à saúde dos olhos e das pálpebras. Assim, o oftalmologista especializado em oculoplastia é o profissional mais indicado para o caso. 

Além disso, é importante que o tratamento considere a avaliação detalhada da condição do paciente, considerando o histórico médico e a existência de distúrbios e enfermidades subjacentes. Um tratamento com oculoplasta incluirá um olhar abrangente (com a inspeção dos xantelasmas e testes laboratoriais de sangue para verificar os níveis sanguíneos de lipídeos e glicose), o que aumentará a segurança do processo. 

Após a análise do paciente, o tratamento irá variar conforme a gravidade do problema. Dito isso, vale destacar que atualmente há opções eficazes, como a eletrocirurgia com a tecnologia Agnes e a tecnologia Plexr Plus.  

A Plexr Plus é uma nova modalidade segura e minimamente invasiva para realizar microcirurgias em oftalmologia, reduzindo o tempo de recuperação e as possíveis complicações antes e depois do procedimento. É uma tecnologia de plasma considerada uma verdadeira revolução na oftalmologia clínica e estética, capaz de tratar mais de 10 distúrbios da superfície ocular, sendo o xantelasma uma delas. 

Dentre suas vantagens, não causa danos a outros tecidos e pode ser usada em áreas delicadas, como as pálpebras e a conjuntiva, que não são adequados para outros recursos (bisturis elétricos ou lasers). Ainda, a cirurgia com Plexr Plus não requer anestesia local ou geral, uso de pontos e tão pouco sala de cirurgia, podendo ser usada em consultório.  

Assim, é possível remover o xantelasma de forma eficiente e segura, proporcionando uma melhoria significativa na aparência das pálpebras. Além disso, o tratamento é minimamente invasivo, permitindo uma recuperação mais rápida e confortável para o paciente. 

Você tem xantelasma? 

Se você tem essa condição e deseja melhorar a aparência das suas pálpebras e verificar suas possíveis causas, agende uma consulta com um oftalmologista especializado em plástica ocular (oculoplasta).  

Aproveite a ocasião para saber mais sobre como as tecnologias Agnes e Plexr Plus podem ajudar no tratamento, conquistando um resultado estético satisfatório e seguro. 

Leia o artigo
Capa do artigo
O que faz do Retcam Evision o melhor investimento entre os retinógrafos?

Não é novidade que o retinógrafo é um equipamento de oftalmologia indispensável nos melhores consultórios de especialistas. E quando falamos em tecnologia, o Retcam Envision aparece como a opção de retinógrafo mais moderno, sendo o mais indicado para grandes hospitais e maternidades. Veja a seguir, o que faz do desse equipamento oftalmológico a melhor alternativa do mercado! 

Testagem em prematuros para Retinoblastoma 

Uma das principais características do aparelho é o diagnóstico preciso por imagem de Retinoblastoma, especialmente a Retinopatia da Prematuridade (ROP) em bebês prematuros. O grande diferencial é a alta qualidade da imagem, que permite mais eficácia na identificação da doença.  

 Retcam Envision: Sistema Digital de Imagem indispensável

O RetCam Envision é um sistema amplo de imagem digital que entrega a última geração em equipamento de oftalmologia. Sua versátil câmera oftálmica capaz de acessar até 130º da retina pode ser usada para diagnóstico imediato de patologias oculares pediátricas. Imagens digitais impressionantes do globo ocular, incluindo o fundo, músculos, veias etc., podem ser captadas e compartilhadas digitalmente com um outro médico oftalmologista para avaliação e acompanhamento em tempo real. É também equipado com uma família de lentes intercambiáveis que provêm ao usuário um grande leque de opções de imagens, permitindo visualização de patologias internas e externas. 

 Angiografia e telemedicina 

 O RetCam Envision é um retinógrafo que conta com a Angiografia. Um sistema de imagem que fornece um elevado contraste para a visualização detalhada das estruturas do fundo do olho. Também um sistema de telemedicina, integração PACS contínua e recursos de rede aprimorados com total segurança, que armazena e compartilha as imagens para melhor acompanhamento de médicos do mundo todo da evolução da doença.  

 Programa Juntos Pela Visão Infantil Paraná 

Um exemplo prático de como o RetCam tem se tornado a melhor opção para médicos oftalmologistas do Hospital dos Olhos do Paraná, foi o programa Juntos Pela Visão Infantil Paraná, que trouxe o RetCam para o estado.  

Como destacado pelo Dr. Calos Moreira Jr. em webinário transmitido ao vivo, “É inerente a este exame de fundo de olho, a dificuldade de se avaliar o fundo de olho em bebês e crianças, devido à necessidade de colaboração no momento do exame. (…) Com oftalmoscópio direto ou indireto, teremos uma dificuldade muito grande (…) Os exames feitos com RetCam avaliam 130 graus da retina e são o padrão ouro para avaliação do fundo de olho em recém-natos e crianças. Além do diagnóstico, o RetCam permite o acompanhamento da evolução clínica e também do tratamento de cada caso.” 

https://www.youtube.com/watch?v=e6CBbzwKRgY

 

Exames e doenças detectáveis com RetCam Envision 

O exame de fundo de olho feito pelo RetCam Envision detecta ainda outros tipos de doenças oculates em crianças. Ao todo, o RetCam Envision é capaz de diagnosticar até 18 patologias oftalmológicas, se tornando o equipamento de oftalmologia mais completo para esse fim. 

Veja algumas doenças detectáveis: 

  • Doenças vitreorretinianas ou que afetam o nervo óptico;
  • Pressão arterial alta;
  • Citomegalovirus;
  • Tumor na retina;
  • Glaucoma;
  • Diabetes;
  • Parasita;
  • Lupus;
  • Sífilis.

Investimento seguro 

Em se tratando de equipamento padrão ouro, é natural que pensemos logo num alto investimento. No entanto, a qualidade agregada pelo retinógrafo mais moderno do mercado é muitas vezes superior ao seu investimento.  

Faça sua cotação no site oficial 

Leia o artigo