TESTE DO OLHINHO

TESTE DIGITAL DO OLHINHO: DETECTE PRECOCEMENTE DOENÇAS

OCULARES E DIMINUA O RISCO DE COMPLICAÇÕES

Reduza drasticamente as chances de cegueira em recém nascidos

Uma das principais causas de cegueira ou problemas irreversíveis na visão é a dificuldade de se ter um diagnóstico precoce sobre o problema e, assim, começar o tratamento adequado o quanto antes.

Patologias na visão de recém nascidos é mais comum do que imaginamos

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia registra anualmente 33 mil casos de crianças com perda de visão no país e quase um terço desses problemas podem ser prevenidos e tratados quando diagnosticados precocemente.

Com uma incidência tão alta de enfermidades oftálmicas, comparado a outras patologias detectáveis em recém-nascidos, é essencial avaliar os olhos de todos os bebês para evitar complicações na visão e garantir a oportunidade de um tratamento adequado das doenças oculares.

Uma visão perfeita está diretamente relacionada ao aprendizado e saúde intelectual do seu filho e filha.

Em média 83% do aprendizado na fase escolar se dá por meio da visão. Por isso é tão importante cuidar da saúde ocular desde os primeiros dias de vida do recém-nascido.

Porque todo Recém Nascido merece uma visão perfeita

Assim como o teste do pezinho, quando um bebê nasce, ainda no hospital, é realizado o exame de reflexo vermelho nos olhinhos da criança, em que se coloca uma luz na pupila dos  olhos do recém-nascido para que seja detectada alguma anomalia, especialmente a catarata. O teste do reflexo vermelho é insuficiente para diagnosticar com precisão doenças da retina.

Muito além de detectar problemas na visão. Um diagnóstico completo da saúde ocular para o tratamento de futuras anomalias.

Porém, esse teste aplicado hoje no Brasil não consegue mapear mais do que 30 graus do campo ocular e, por isso, apresenta um grande índice de falso-positivo nos resultados. Além do mais, apenas com este teste não é possível detectar patologias mais graves e que estão em outras partes do globo ocular como a catarata congênita, retinoblastoma entre outras.

O QUE OS MÉDICOS DIZEM

PEÇA O TESTE DO OLHINHO NO SEU FILHO E FILHA

Para mudar esse cenário, as principais maternidades de São Paulo, tais como: Maternidade Santa Joana e Pro Matre Paulista, já estão adicionando o teste digital do olhinho como exame padrão, realizado pelo equipamento RetCam, o qual permite avaliar em alta resolução 130 graus do globo ocular e, assim, detectar precocemente inúmeros possíveis problemas na visão dos bebês.

IMAGENS DE PATOLOGIAS COM RETCAM

Retinopatia da Prematuridade

Shaken Baby Syndrome

Retinoblastoma

Hipoplasia de nervo óptico com anel duplo e atrofia macular corioretinal

ENTENDA POR QUE VALE A PENA REALIZAR ESSE EXAME

O RetCam detecta 67% das doenças genéticas, como:

  • Córnea Opaca
  • Catarata
  • Glaucoma
  • Zika Congênita
  • Cicatriz Corneal
  • Coloboma Iris
  • PHPV
  • TORCH
  • Retinopatia da Prematuridade (ROP)
  • Retinoblastoma (RB)
  • Doença de Coats
  • Coloboma Retinal
  • Familial Exudative Vitreoretinopatia (FEVR)
  • Hemorragia de retina e Macular
  • Sindromes congênitas
  • Posição do olhar
  • Infeccoes das pálpebras
  • Ptosis e condições inflamatórias e infecciosas
  • PHPV, Norrie & TORCH
  • Shaken Baby Syndrome

COMO FUNCIONA O TESTE DIGITAL DO OLHINHO?

Com alta precisão, esse exame é minimamente invasivo e realiza um mapeamento e avaliação da retina baseado em imagens fotográficas digitais de alta resolução, o que permite diagnósticos precisos das mais diversas patologias oculares.

Para realizá-lo, a pupila é dilatada com o uso de um gel específico. Posteriormente uma sonda é encostada no olho do paciente para fotografar a retina.

A câmera de alta resolução do RetCam, considerado um retinógrafo de última geração, captura as imagens e as amplia em um monitor, onde é possível ajustar brilho, contraste e equilíbrio de cores, permitindo que o diagnóstico oftalmológico seja feito de forma rápida e com incomparável precisão.

As imagens são armazenadas no aparelho e podem ser gravadas em CD, impressas ou enviadas eletronicamente, no caso do acompanhamento médico ser feito à distância. Isso facilita a interação com centros especializados e troca de informações entre os profissionais da área.

O aparelho facilita o trabalho dos oftalmopediatras, pois os exames podem ser feitos com o paciente sentado ou deitado, tornando-o ideal para exame em crianças, recém-nascidos e inclusive em bebês prematuros. O aparelho oferece total mobilidade para o médico e é praticamente indolor para o paciente.

ALTA PRECISÃO NO DIAGNÓSTICO DAS PATOLOGIAS OCULARES

  • Minimamente invasivo e praticamente indolor ao paciente
  • Fácil realização em bebês e crianças, pois o exame pode ser feitos com o paciente sentado ou deitado
  • Não há contraindicações
  • Total mobilidade para o médico

          

Ficou interessado e quer saber mais? Fale conosco.